Eleição 2018

Haddad no RJ: “Chapa da vida” vai à Maré à tarde, e Mano Brown capricha na crítica à noite na Lapa.

Por Rithyele Dantas | 24/10/2018
Lideranças e coletivos de favelas, de cultura e mídia receberam, no Centro de Artes da Maré, no gigante Complexo da Maré, o candidato do PT à presidência, Fernando Haddad, e sua vice Manuela Dávila na tarde desta terça-feira, 23.
photo5078317422271899776
Jovens gritavam “É pela vida, pela saúde, pela educação, por moradia”

A Maré, de onde saiu a vereadora Marielle Franco, é um dos maiores complexos de favelas do Rio de Janeiro, com cerca de 17 favelas e 130 mil moradores. O evento entitulado como “Vira Voto – Favelas com Haddad” contou com movimentos que lutam diariamente contra a violência de Estado e violação dos direitos humanos – como é o caso das Mães Vítimas de Violência do Estado que, na voz de Bruna Silva, se posicionaram contrárias ao candidato Jair Bolsonaro (PSL) e a polêmica questão da liberação de armas. A vida é sempre uma questão em todas as manifestações faveladas e, não à toa, a escolha destes grupos foram pela “chapa da vida” e não pela chapa de militares que propõe medidas imediatas pautadas em mais confrontos armados.